> > > Caçambas mal dimensionadas comprometem vida útil de escavadeiras

Caçambas mal dimensionadas comprometem vida útil de escavadeiras

Além de demandar manutenção mais frequente, erro pode impactar na estabilidade e na produtividade dos equipamentos

Texto: Santelmo Camilo


Caçamba descarregando material (Divulgação/ Caterpillar)

No Brasil, as empresas costumam usar escavadeiras em uma ampla gama de aplicações, mas esse papel de “pau pra toda obra” as levam, muitas vezes, a trabalhar no limite do esforço.

Maurício Briones, especialista em aplicação de escavadeiras da Caterpillar, observa que as empresas do mercado latino-americano utilizam caçambas superdimensionadas nas escavadeiras, acreditando que, assim, terão mais produtividade. “Mas isso é um erro, porque caçambas muito grandes requerem mais esforço por centímetro linear na escavação. Testes com caçambas menores resultaram em melhor produtividade, possibilitando mais força por centímetro linear e ciclos mais rápidos”, explica.

Segundo Rafael Ricciardi, especialista de produto da New Holland Construction América Latina, as escavadeiras hidráulicas possuem especificações técnicas operacionais de acordo com sua capacidade hidráulica e estrutural. “As tabelas de capacidade de carga fornecidas pelos fabricantes consideram a distância/ altura e a carga de elevação (peso da caçamba somado ao peso do material)”, destaca. Briones orienta: “Cerca de 14 m³ de material podem ser carregados em 1’40’’ por uma caçamba média de 1,4m³ bem dimensionada”.

De acordo com Trazilbio Neres Filho, especialista de produto da Case Construction Equipment, a capacidade de elevação de uma escavadeira não deve exceder 75% da carga de tombamento ou 87% da capacidade hidráulica de elevação. Esses valores constam em uma tabela, em conformidade com as normas SAE J1097 / ISO 10567 / DIN 15019-2. A portaria nº 197 de 17/10/2010 exige que essas informações sejam disponibilizadas, obrigatoriamente, em decalques indeléveis fixados em algum ponto visível no interior da cabine.

CONSEQUÊNCIAS DO DIMENSIONAMENTO ERRADO

Neres, da Case, recomenda que a escavadeira trabalhe um pouco abaixo do limite de carga. “Embora a tabela considere o valor de elevação (içamento), outros movimentos são realizados simultaneamente pela escavadeira, o que pode causar certa instabilidade e comprometer o tempo dos ciclos”.

Briones, da Caterpillar, acrescenta que tanto a sobrecarga quanto o subaproveitamento da máquina acarretam problemas, acelerando os intervalos de manutenção e as trocas de filtros, vedações, óleos, graxas e pinos.

Para Ricciardi, da New Holland, muitos clientes já sabem que nem sempre o equipamento maior é o melhor e colocam a relação custo-benefício na ponta do lápis, avaliando diferentes soluções de caçambas para cada necessidade. “Os achismos podem custar caro. Às vezes, o cliente considera que a escavadeira tem baixa performance por não saber avaliar qual implemento é o mais adequado para cada aplicação”, considera.

COMO UTILIZAR A CAÇAMBA CORRETA

Para dimensionar uma escavadeira é necessário levar em conta o ritmo de produção. E a capacidade da caçamba deverá ser selecionada conforme a densidade do material a ser desagregado. “É preciso observar alguns itens como largura das sapatas, comprimento do braço de escavação, tamanho e perfil da caçamba e dentes, além de outros acessórios”, orienta Neres.

“Dois indicadores de produtividade devem ser calculados: volume movimentado por hora e volume movimentado por litro de combustível. Uma caçamba subdimensionada acarretará, sobretudo, em um volume de material movimentado menor, tanto no final da jornada de trabalho quanto no final do tanque de combustível. Ou seja, irá gerar um aumento dos custos operacionais”, conclui Neres.

Leia mais:

Escavadeiras hidráulicas: a unanimidade dos canteiros de obra

COLABORARAM PARA ESTA MATÉRIA:

  • Trazilbio Neres Filho, especialista de produto da Case Construction Equipment.
  • Maurício Briones, especialista de aplicação de escavadeiras da Caterpillar.
  • Rafael Ricciardi, especialista de produto da New Holland Construction América Latina.
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos do Portal dos Equipamentos.