> > > Setor de implementos rodoviários tem queda no primeiro trimestre de 2017

Setor de implementos rodoviários tem queda no primeiro trimestre de 2017

De acordo com associação, foram feitos 11.445 emplacamentos de janeiro a março, retração de 26,82% em relação ao mesmo período do ano passado

Texto: Santelmo Camilo


Anfir prevê que alguns setores serão os primeiros a estimular demanda por implementos rodoviários (Divulgação/ Fachini)

Os números do setor de implementos rodoviários apresentaram queda no primeiro trimestre deste ano. De acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir), de janeiro a março foram feitos 11.445 emplacamentos, o que significa uma queda de 26,82% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando 15.640 unidades foram emplacadas.

Contudo, a associação tem perspectivas otimistas, já que a queda acumulada no primeiro trimestre (26,82%) é menor do que a registrada no primeiro bimestre (30,42%). A Anfir também contratou um estudo, realizado pela consultoria Parallaxis, que prevê que os setores de mineração, papel e celulose, óleo e gás e a agroindústria serão os quatro segmentos que devem puxar o caminho da retomada da economia brasileira. A pesquisa sinaliza tendências de melhora para os negócios na área de implementos rodoviários.

De acordo com o estudo, o mercado de papel e celulose tem expressiva demanda internacional para este ano, e a mineração será estimulada pelo aumento do preço de minério de ferro. O setor de óleo e gás será beneficiado com a melhora do desempenho do Pré-sal e o segmento agrícola promete gerar bons resultados com perspectivas de safra recorde.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos do Portal dos Equipamentos.

+55 (11) 3879-7777

Fale conosco